SEGUNDA OPINIÃO – REVISÃO DE LÂMINA

Consiste na segunda opinião de um laudo anatomopatológico. O médico patologista analisa a(s) lâmina(s) e bloco(s) previamente confeccionado em outro laboratório e emite seu diagnóstico com base nos dados clínicos do paciente.

Para que uma revisão de lâminas seja adequadamente feita, é essencial que o primeiro laudo anatomopatológico possa ser consultado para conferência de todo o material, da macroscopia e do processamento realizados pelo primeiro laboratório. A segunda opinião, muitas vezes, possibilita maior segurança ao médico assistente na revisão e/ou continuidade do tratamento.