Mês de prevenção ao câncer de fígado

Mês de prevenção ao câncer de fígado

O câncer de fígado é uma doença que possui como principais fatores de risco a cirrose e as infecções crônicas causadas pelos vírus das hepatites B e C.

Os tumores malignos que acometem o fígado podem ser primários, isto é, aqueles em que o foco inicial da doença ocorre no próprio fígado e os secundários, que são as metástases, ou seja, são ramificações de tumores localizados em outra região do corpo, por exemplo, nos intestinos, pulmões, estômago ou mamas.

SINAIS E SINTOMAS:

Na maioria das vezes os sinais e sintomas dessa doença, só aparecem em estágios mais avançados, sendo os mais comuns: dor abdominal, massa abdominal, distensão abdominal, perda de peso sem motivo aparente, perda de apetite, mal-estar, icterícia (tonalidade amarelada na pele e nos olhos) e ascite (acúmulo de líquido no abdome).

ATENÇÃO ÀS RECOMENDAÇÕES:

Tenha sempre em mente que a principal arma contra o câncer de fígado é a prevenção e sua detecção precoce. Assim sendo:

1. Evite o uso frequente e abusivo de álcool.

2. Tome as três doses da vacina contra a hepatite B.

3. Use preservativo em todas as relações sexuais e não compartilhe o uso de seringas, como formas de se evitar o contato com os vírus das hepatites B e C.

4. É recomendável que pessoas com mais de 45 anos façam o teste para diagnóstico de hepatite gratuitamente, em qualquer posto de saúde e, no caso positivo, façam o tratamento.

5. Não se automedique. Até remédios comuns como certos analgésicos, tomados em excesso podem ocasionar danos irreversíveis ao fígado.

6. Mantenha o peso corporal adequado.

7. Procure o quanto antes ajuda médica, caso apresente algum sintoma que não melhora em poucos dias.

Fonte: INCA e Drauzio Varella (adaptados)

As informações acima são de caráter informativo. Em caso de dúvidas procure sempre um serviço de saúde.

O laboratório LAPAC apoia essa causa!

Share this post