Você sabe o que é outubro rosa?

Você sabe o que é outubro rosa?

É uma campanha anual realizada mundialmente em outubro, com a intenção de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do CÂNCER DE MAMA. A mobilização visa também disseminar informações preventivas, além de lutar por direitos, como o atendimento médico e o suporte emocional, garantindo um tratamento de qualidade.

SOBRE O CÂNCER DE MAMA
O câncer de mama é um tumor maligno que acomete o tecido mamário e é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do câncer de pele não melanoma. Atualmente, representa cerca de 28% dos casos novos de câncer em mulheres. Também acomete homens, porém é raro, representando menos de 1% do total de casos da doença.

O QUE DEVE CHAMAR A SUA ATENÇÃO EM SUAS MAMAS E LEVÁ-LA A PROCURAR AJUDA:
– Aparecimento de nódulo (caroço), geralmente indolor, endurecido e irregular;
– Inchaço na pele, semelhante à casca de laranja;
– Área de retração, vermelhidão e/ ou escurecimento da pele;
– Feridas que não cicatrizam e coceiras que não melhoram;
– Inversão do mamilo, escamação e/ ou ulceração do mamilo;
– Saída de líquido do bico do seio, especialmente quando é unilateral e espontânea (sem apertar), de cor avermelhada ou transparente como água.

QUEM TEM MAIOR RISCO DE DESENVOLVER UM CÂNCER DE MAMA?
As mulheres têm pelo menos 100 vezes mais chance de desenvolver um câncer de mama que os homens, principalmente após os 40 anos. Essa chance aumenta quando, na família da mulher, algum parente próximo já teve câncer de mama, como a mãe, o pai, a filha ou a irmã. Também, mulheres que tiveram o primeiro filho após os 35 anos,  bem como aquelas que começaram a menstruar antes dos 12 anos e pararam após os 50 anos têm risco maior para o desenvolvimento da doença. Estão mais propensas a desenvolver, ainda, as mulheres obesas, as que ingerem bebida alcoólica e que não fazem atividade física.

COMO PREVENIR O CÂNCER DE MAMA?
> Sua prevenção não é totalmente possível em função dos múltiplos fatores relacionados ao surgimento da doença e ao fato de vários deles não serem modificáveis. De modo geral, a prevenção baseia-se no controle dos fatores de risco e no estímulo aos fatores protetores, especificamente aqueles considerados modificáveis.
> Os principais fatores de risco comportamentais são: excesso de peso corporal, falta de atividade física e consumo de bebidas alcoólicas.
> Estima-se que por meio da alimentação, nutrição e atividade física é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama. 
> A amamentação também é considerada um fator protetor.
> A terapia de reposição hormonal (TRH), quando indicada, deve ser feita sob rigoroso controle médico e pelo mínimo de tempo necessário.
A IMPORTÂNCIA DA MAMOGRAFIA
> Diagnosticar o câncer de mama precocemente aumenta significantemente as chances de cura, pois 95% dos casos identificados em estágio inicial têm maiores chances de cura. Por isso, a mamografia é  essencial, sendo o principal método para o rastreamento da doença.
COM QUE IDADE A MULHER DEVE COMEÇAR A FAZER MAMOGRAFIA?
> A mamografia deve ser realizada uma vez por ano a partir dos 40 anos. A mulher com casos de câncer de mama e/ ou ovário na família (mãe, irmã ou filha) deverá começar fazer a mamografia mais cedo, conforme orientação do seu mastologista.

Fonte: Ministério da Saúde e Sociedade Brasileira de Mastologia (adaptado)
As informações acima são de caráter informativo. Em caso de dúvidas procure sempre um serviço de saúde. O laboratório LAPAC apoia essa causa!

Share this post